Minha Transição Capilar Sem Saber - Danny Mendes

14:42

Olá Pessoas,

O Post de Hoje é sobre minha transição capilar. Tentei descrever da maneira mais sucinta possível, todo o meu processo. No Final deixarei fotos em ordem cronológica de como foi minha transição até o estado que está o meu cabelo agora, fevereiro de 2016. Se você quiser saber minhas dicas para passar pela transição capilar Clique Aqui. 


Minha Transição Sem Saber: 

Antes eu tinha uma relação de ódio com o meu cabelo, por achar que ele deveria ter nascido liso, e por isso tinha que gastar dinheiro e tempo tentando alisa-lo para ser aceita na sociedade como uma mulher que se cuidava e que não estava desarrumada. E ainda por cima ter um irmã com um cabelo 3B batendo na bunda, me fazia pensar porque eu tinha nascido com um cabelo duro. Oh Céus. 

Eu sempre usei química (alisamentos), como forma de deixar meu cabelo bonito, em relação aos padrões que eu acreditava serem os corretos. Desde os dez anos de idade fiz relaxamento e quase nunca fazia escova nos cabelos, sempre o usava preso. O relaxante que eu utiliza era o da Salon Line de Guanidina, e por ironia do destino hoje em dia ela é uma das marcas que mais consumo no quesito creme para cabelos crespos. 

Em 2012 ele estava ressecado e quebradiço, fiz um relaxamento para ir a praia, e foi a pior coisa que poderia ter feito. Quando cheguei de viagem percebi que meu cabelo havia sofrido um corte químico (tinha quebrado em várias partes), então decidi parar de relaxar por um tempo com medo de ficar careca. Sim eu achava que ficar careca era um problema, hoje em dia ficaria numa boa.


Durante um ano e meio, usei meu cabelo preso. Como sempre o usei preso mesmo fazendo relaxamento, não me incomodava. Para festas e outras ocasiões eu o escovava. Depois deste período percebi que minha raiz estava enorme e bastante alta e quando eu lavava meu cabelo, percebia que as pontas estavam muito lisas. Neste período tive a síndrome do “Eduard Mãos de Tesura”, toda vez que entrava no banheiro eu cortava uma ponta lisa aqui, outra ali. Mas eu só sabia que tinha uma raiz Alta, não me dava conta que aquilo era meu cabelo natural. 

No meio deste corta, corta, minha Madrinha me disse para fazer umas tranças e mudar o visual. Fui ao Salão e fiz umas tranças discretas e gostei bastante (isto foi por volta da segunda metade de 2013). Neste período de tranças, alguém (não me lembro quem) falou para eu cortar o restante das pontas e assumir logo meus cachos. Fiquei assustada, pois nem lembrava mais que tinha cachos, e muito menos que assumir o cabelo era bonito. Sério, eu vivia alienada pois nunca tinha visto um vídeo na net, sobre cabelo cacheado, ou nunca tinha visto ninguém com o cabelo natural para me inspirar. Nesta época estava focada na faculdade e esqueci o mundo. 

Comecei uma saga na internet e descobri cabelos crespos maravilhosos, e fui finalmente apresentada a Maravilhosa Transição.  Quando descobri este termo, percebi que poderia ser bonita assim, ai foi um pulo para me assumir. Como assim eu estava todo este período em TRANSIÇÃO? Vi um vídeo na internet e pronto, dividi o cabelo em mechas, virei de cabeça para baixo, e me liberei das pontinhas lisas que ainda persistiam. Um Big Chop meio estranho, mas foi libertador. Tenho certeza que se eu soubesse que estava de transição tinha sido mais fácil, e não tinha passado anos  a fio de cabelo preso. Acho que isso foi no começo de 2014, não me ative a datas pois nessa época não tinha muita noção das coisas. 

Deparei-me com um cabelo que eu nem lembrava que era meu, e com muitas duvidas e receios. Recebi muitas criticas, e até hoje recebo, principalmente porque naquela época eu não cuidava do meu cabelo, então ele estava com um péssimo aspecto. Sim, ele estava horroroso, como só andava preso, e eu não sabia como cuidar direito, em vez em quando fazia uma hidratação. Eu tinha um cabelo toda natural mas não sabia como cuidar, como finalizar, em fim, não sabia nada. No final do ano (2014) ele já estava bem melhor e já começava a ficar do jeito que eu queria, mas sem volume e emplastado de creme.

Depois do corte passei a cuidar do meu cabelo semanalmente, testei diversos cremes (até hoje testo) e aprendi a deixa-lo solto. Como vivi muito tempo com ele preso, achava que cabelo solto pesava, este é um dos diversos estigmas que colocavam na nossa cabeça sobre o cabelo crespo. Até que inventei de fazer umas californianas (sozinha em casa) e não deu certo. Tive que cortar as pontas e foi quando tive a PÉSSIMA EXPERIENCIA NO BELEZA NATURAL ONDE ELES DECEPARAM MEU CABELO QUE EU CULTIVEI DURANTE ANOS. Tem um relato aqui no Blog sobre está experiencia, Clique Aqui! 

Depois deste horror, continuei a cuidar do meu cabelo, aprendi penteados, e principalmente aprendi a dar volume nele. Depois do Volume veio somente alegria, com poucos meses ele cresceu muito igual capim, Logicamente, este ano cuidei dele loucamente para estar diva no dia do casamento e o fato deu não me preocupar com o crescimento fez ele crescer ainda mais. 

Depois que eu me assumi, me senti empoderada, sou muito mais vaidosa e tenho certeza que muitas das coisas que conquistei foi através da minha aceitação e empoderamento.

Um dos maiores desafios depois de assumir o meu cabelo foi o meu casamento. Diversas pessoas perguntavam se eu iria escovar, ou o que eu faria com meu cabelo para o grande dia, e eu me mantive firme, afirmando que o usaria natural. Encontrei um anjo em forma de Maquiadora e Hair, que pesquisou bastante e me transformou em uma noiva linda, negra e crespa. Como havia poucas inspirações de noivas negras arriscamos, e modesta parte fiquei uma noiva deslumbrante. Depois do casamento muitas pessoas de todo o Brasil me procuram pedindo dicas para noiva cacheada, e principalmente dicas de como superar o preconceito por parte da família e amigos e se casar natural.

 Assumir o meu cabelo me fez sentir mais Bonita, Confiante e Poderosa, aumentando minha autoestima e me deixando mais segura para realizar meus projetos de vida. Assumindo o meu Cabelo, Eu me Assumi como Mulher e hoje eu tenho uma relação de Amor e cuidado com ele.  Através desta aceitação conquistei sonhos jamais imagináveis principalmente por ser Negra e de vir de uma Família Humilde. Lutei para estar onde estou, Formada, exercendo a Profissão que Amo, e encorajando mulheres a se Assumir através do meu Blog e Canal no You Tube.

Conclusão: 

Espero que meu relato possa servir de inspirações para vocês. Eu não tive toda essa bomba de informações que vocês tem para passar pela transição. Então suguem o máximo possível do que o mundo dos Blogs e Canais tem a oferecer a vocês. E sejam felizes, sem rótulos, nem fixações malucas por cabelos padrão Thais Araújo e aprendam a conviver com o efeito encolhimento. 

BEIJOCAS!! 


SE PREPAREM PARA UM TURBILHÃO DE FOTOS!



















VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE

4 comentários

  1. O melhor de tudo e ver a transformação de dentro para fora , como explode uma beleza !! Vc está lindíssima !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada pelos elogios, realmente nós mudamos de dentro para fora.

      Excluir
  2. Uauuuu, que perfeito que ficou, parece que da mais personalidade né? E esse ruivo ficou muito lindo em você <3
    www.tudo-em-dobro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada. Da sim mais personalidade, acho que nos deixa mais forte para enfrentar os desafios da vida. Beijocas!

      Excluir

SUBSCRIBE NEWSLETTER

Get an email of every new post! We'll never share your address.

INSTAGRAM @dannymendes10

Blog Archive