Racismo Institucional - Você Já Sentiu na Pele

15:07


No post de hoje vamos falar sobre Racismo Institucional. Muito se falar sobre este tema, muitas pessoas não sabem o significado dele, mas muitas já sentiram na pele como ele é cruel. 

Pra falarmos do Racismo Institucional e sobre suas facetas precisamos compreender seu conceito. Esta face do racismo sai do plano individual quando sofremos atos racistas direcionados ao nosso Eu, e passa para o plano das Instituições. O Racismo Institucional está presente nas instituições e estruturas públicas e privadas, quando elas atuam de forma diferenciada com determinados grupos por causa das suas características étnicas, físicas e culturais. 



Este racismo se revela quando as instituições possuem normas ou práticas que refletem comportamentos discriminatórios. Estes comportamentos são adotados nos ambientes de trabalho, que perpetuam a ignorância, preconceito, falta de atenção e esteriótipos. Estas instituições colocam os grupos raciais ou étnicos que já são discriminados em posição de desvantagem, dificultando o acesso aos serviços fornecidos pelas instituições. 

Poderíamos debater aqui como se da este racismo, e como o mito do "país da democracia racial" não tem fundamento algum. Mas quero retratar aqui de maneira Escura como se da este tipo de racismo. Compreender o conceito é importante, mas exemplificar faz com que possamos perceber Escuramente, como ele se da na nossa sociedade.

O genocídio da população negra, a menor taxa de escolaridade, os menores salários, a menor taxa de acesso a saúde, a maior taxa de desemprego, os que ocupam menos postos no governo, os que ocupam menos cargos de chefia, os que morrem mais cedo, a maior parcela das de pessoas nas prisões. Estes e tantos outros fatores exemplificam este Racismo Institucional. 

Este racismo vem nos massacrando e oprimindo faz tempo. Frequentar a Universidade por exemplo, tem sido algo que estamos conquistando através das Cotas, mas quando chegamos lá dentro nos deparamos com o Racismo da Instituição. 

Sentir este Racismo na pele é algo diário. Todos nós, mesmo que não percebendo nitidamente o que acontece no ambiente, já sofreu com ele. Entrevistas de emprego, uma consulta no médico, abrir uma conta em um banco, são situações que nos colocam frente a frente com o Racismo Institucional. 

Sim, você já o sentiu na pele. Veja exemplos de como este racismo acontece no dia a dia. 

* Ser seguido por um segurança quando você entra em uma loja, não é "normal" quando se é Negro. 

Créditos: Brasil Post
* Não ser atendido por um vendedor quando se tenta comprar algo, não é uma coincidência. 

* Quando você é o único que não tem alguém sentado ao lado no ônibus, não é apenas por ter tido outros lugares para as pessoas sentarem.

* Quando você não passa na entrevista de emprego, não é apenas porque tinha candidatos melhores.

Créditos: Economia Uol

* Quando você é parado na rua por uma abordagem policial, não é apenas porque é algo de rotina.

* Quando você é mal atendido pelo garçom, não é apenas porque o lugar tem um péssimo atendimento.

Créditos: Economia Uol

* Quando você percebe que não tem nenhum negro em um cargo de chefia no seu ambiente de trabalho, não é simplesmente pelo fato dele não ter competência suficiente.  

* Quando você mesmo estando na lista de entrada como  imprensa, não recebe uma credencial como tal, não quer dizer que foi um mal entendido.



* Quando você é barrado na sala de imprensa mesmo contendo a credencial que te habilita para tal, não quer dizer que foi falta de atenção da recepcionista. 

Essas e outras situações, dizem muito sobre o Racismo Institucional no Brasil. Sofremos isto todos os dias. Nossas instituições não estão preparadas, ou não querem estar, para nos receber. E nós seguimos resistindo e tentando sobreviver, em meio a este racismo que não nos permite ter acesso ao pouco do que é  nos oferecido. 

Que possamos aprender a agir quando estes fatos acontecerem. E que isso tudo não é e Nunca será, Coincidência ou um Mal Entendido.  

Leia mais sobre em:

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE

0 comentários

SUBSCRIBE NEWSLETTER

Get an email of every new post! We'll never share your address.

INSTAGRAM @dannymendes10

Blog Archive